Notícias

Biblioteca Pública Estadual é reaberta com todas as atividades

Revitalizada, com mais estantes de livros, além da criação do recente espaço Geek, voltado à cultura nerd, a biblioteca voltará a funcionar a partir de segunda-feira (30), com horário de visitação de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h

A Biblioteca Pública Estadual foi reaberta nesta quinta-feira (27) em solenidade realizada no prédio anexo Professor Francisco Iglesias, onde está a maior parte do acevo composto por mais de 500 mil itens. O encontro marcou a retomada completa das atividades, especialmente nos setores de Referência e de Empréstimo no anexo, que estava fechado desde 2019. Revitalizada, com mais estantes de livros, além da criação do recente espaço Geek, voltado à cultura nerd, a biblioteca voltará a funcionar a partir de segunda-feira (30), com horário de visitação de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h.

Participaram da cerimônia de reabertura o governador Romeu Zema, o secretário de Estado de Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira e o Subsecretário de Obras e Infraestrutura, Breno Longobucco, dentre outras autoridades e convidados. O governador visitou o espaço, recebeu uma carteira de identificação de usuário da biblioteca, que foi entregue pelo Diretor do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas, Lucas Amorim, e comemorou a realização das obras.

“Fizemos melhorias no que diz respeito à segurança, a partir da instalação de novos equipamentos, além de melhorias na acessibilidade, o que hoje é uma questão de honra para todos nós. E também trabalhamos na ampliação do acervo. Sabemos que a biblioteca pode ser ainda mais melhorada com o tempo, e nós queremos muito que isso aconteça”, afirmou Romeu Zema.

O secretário de Estado de Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira, ressaltou a importância desta reabertura momento, tendo em vista o quanto a biblioteca representa não só para Belo Horizonte mas para todo o estado. “Essa biblioteca não é só da capital. Ela é uma síntese da cultura mineira, e serve a todas as outras bibliotecas do estado de Minas Gerais. É a partir do corpo técnico de excelência desta casa, juntamente com as outras 700 bibliotecas do sistema estadual de bibliotecas, que são elaboradas as políticas públicas do livro e da leitura no estado”, frisou.

O Subsecretário de Obras e Infraestrutura, Breno Longobucco, que esteve na cerimônia representando o Secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato, também ressaltou o valor da biblioteca para os mineiros. “Este é um espaço de encontro, que faz parte do complexo da Praça da Liberdade. Todas as intervenções e melhorias de acessibilidade garantem ainda mais o acesso à cultura, agora com mais segurança. Esse é mais um incentivo para que a biblioteca seja frequentada pela população de Belo Horizonte e de Minas Gerais”, completou.

Após interrupções em razão da pandemia, as obras, que tiveram início em 2019, foram retomadas em fevereiro de 2022. Garantir a segurança dos frequentadores e a preservação do acervo, a partir de requalificação da infraestrutura, estiveram entre as prioridades do trabalho de reforma.

Uma das novidades é a criação do espaço Geek, que, de acordo com o Diretor do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas, Lucas Amorim, vai estabelecer uma conexão entre os dois prédios que compõem a Biblioteca Pública Estadual. “Logo na entrada do edifício sede, temos a Biblioteca InfantoJuvenil, voltada para a primeira infância, e no Anexo é onde está sendo preparado o espaço Geek. Este será voltado para a cultura nerd, pensando no jovem e na continuidade das leituras. É um espaço totalmente dedicado para as histórias em quadrinhos. Então, o público vai ter a oportunidade de conferir o acervo que temos desse segmento na biblioteca, e no futuro pretendemos incluir também os jogos digitais no espaço, trazendo mais tecnologia também para a biblioteca”, afirmou Lucas Amorim.

Outra ação a ser celebrada é a aquisição de cerca de 20 mil títulos por meio da parceria com a Associação dos Amigos da Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa (Sabe), que teve um projeto aprovado na Lei Federal de Incentivo à Cultura, garantindo a renovação do acervo da Biblioteca. A catalogação completa está prevista para março deste ano, mas vão estar disponíveis, até o fim de fevereiro, 11 novas estantes no setor de empréstimos. O setor de Braille também foi contemplado com 23 novos livros.

O investimento total na reforma foi de cerca de R$ 2 milhões, provenientes de emenda parlamentar. Os recursos foram anunciados pela Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult) em 2021, e o programa de revitalização foi gerido pelo Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG), autarquia vinculada à Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra).

"A conclusão da reforma da Biblioteca Pública Estadual é motivo de muito orgulho para todos nós, pois estamos devolvendo aos cidadãos mineiros um equipamento de grande importância, completamente modernizado", avaliou o Secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato.

Houve intervenções no prédio sede e no anexo, os quais somam mais de nove mil metros quadrados de área construída. No primeiro, que é símbolo da arquitetura modernista de Oscar Niemeyer e está localizado ao lado do Palácio da Liberdade, foi realizada a execução de um novo projeto de segurança para obtenção do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), com instalação de guarda-corpo e porta corta-fogo no primeiro pavimento, além de acessibilidade e manutenção de janelas e fachada. Também houve impermeabilização para sanar problemas de infiltração no terceiro andar e subsolo.

No anexo, localizado na rua da Bahia, foram implementadas essas mesmas medidas de segurança, incluindo placas de sinalização e equipamentos para prevenção de incêndios, além de manutenção elétrica no primeiro e segundo pavimentos do prédio e melhorias na fachada.

Acervo

A Biblioteca reúne obras representativas da produção intelectual de escritores brasileiros e estrangeiros, que podem ser encontradas não apenas no setor de empréstimo mas também em coleções específicas localizadas em diferentes setores, como a Mineiriana, especializada em autores mineiros; a Patrimonial, que reúne uma coleção de obras raras e especiais; a Hemeroteca, que guarda um conjunto de periódicos antigos; e a Biju, que contém uma coleção infantojuvenil, além dos títulos em Braille.

Atividades culturais

A Biblioteca promove palestras, cursos, sessão de cinema, contação de histórias, exposições literárias, encontro com escritores, apresentações artísticas, visitas guiadas, Jornada de Direito, dentre outros.

Promove, por meio dos serviços de extensão, a democratização do seu acervo. Um dos programas é Carro-Biblioteca, que está presente de segunda a sexta-feira em bairros da região metropolitana, facilitando o acesso ao livro e, também, realizando eventos culturais, dentre os quais, a “Hora do conto e da leitura” e o “Encontro com o escritor”.

Outro projeto é Caixa-Estante que encaminha acervos cuidadosamente selecionados a instituições diversas (hospitais, creches, asilos, centros de detenção, APAE, entre outras) com o objetivo de garantir o acesso ao livro, à leitura e à literatura às pessoas que não podem se deslocar até uma biblioteca.

Visitas

A Biblioteca Pública Estadual presta atendimento presencial, de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h, com exceção de feriados.

As consultas à Hemeroteca Histórica, Coleções Especiais e ao jornal Minas Gerais estão sendo realizadas mediante agendamento pelos e-mails: [email protected][email protected] e [email protected].

História

Inaugurada em 1954, a Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais foi projetada por Oscar Niemeyer e é um dos espaços culturais mais importantes do estado. Administrado pela Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult), o local oferece diversas ações destinadas ao fomento artístico e cultural, por meio da leitura e da literatura.

A última revitalização ocorreu em 2000, quando a fachada do prédio sede passou por reformas. Um ano antes, em 1999, o anexo já havia sido reformado, quando a Secretaria de Estado da Fazenda de Minas Gerais (SEF/MG) cedeu o espaço para a pasta de Cultura e Turismo.

Foto: Leo Bicalho

Selecionamos os melhores fornecedores de BH e região metropolitana para você realizar o seu evento.